Compras na Viagem

Ir para o exterior é uma boa oportunidade para fazer compras! Para que sua viagem e compras aconteçam sem estresse, nós organizamos algumas dicas muito úteis para você.

Sabia que o limite máximo para compras é de U$ 500,00, para gastar com certos produtos? Pois é, e quando você voltar ao Brasil precisará declarar tudo o que comprou e, se o valor extrapolar, você precisará colocar a mão no bolso e pagar uma multa, que pode alcançar até 50% sobre a diferença. Fique atento!

Em outubro de 2010, a Receita Federal liberou alguns produtos (veja abaixo), com quantidades limite. Classificados como de uso pessoal, não precisará declará-los. Lentes e equipamentos fotográficos, filmadora, notebooks e vídeo games entram na cota.

Itens mais procurados:

Câmeras fotográficas e Celulares: 1 unidade por pessoa não entra na cota.

Lentes e outros equipamentos fotográficos: entra na cota. Mas cuidado para não exagerar! Melhor não comprar várias lentes de várias marcas e modelos, a menos que possa comprovar que está levando os equipamentos para uso profissional durante a viagem.

Câmeras filmadoras: 2 unidades por pessoa.

Notebooks, videogames e derivados: 1 unidade por pessoa.

Relógios: são considerados itens de uso pessoal permitindo 3 unidades por pessoa.

Roupas e sapatos: 3 pares de cada tipo/modelo.

Bebidas: 12 litros por pessoa (comprados no exterior) e mais 24 garrafas obtidas via Duty Free.

Cosméticos: não estão na cota. É recomendável um máximo de 10 unidades do mesmo produto por passageiro.

Boa notícia para os viajantes! A Declaração de Saída Temporária de Bens não existe mais! O documento, que costumava ser emitido e apresentado antes do embarque e comprovava os bens importados que o passageiro levasse para a viagem, não é mais necessário.